terça-feira, 16 de agosto de 2016

Arthur

Mas eu fico puta com essa literatura que fala de pássaros azuis numa gaiola. Foda-se sua miséria, seu drama irreal de se prender nas amarras da sociedade. Sua nobreza fingida, sua paixão contida. Sua tentativa de arte que não passa de uma farsa! Você não está roubando direito! O problema do mundo não está centralizado no seu umbigo. Você não é uma máquina mortífera, você não é uma dinamite. Com certeza, não estará entre os grandes, na constelação ilustre que os resguarda. Eles morreram e foram lembrados. Seus heróis valiam, você não. Sua meia verdade me enoja, mas meu nojo também não é muito relevante. Aversão às suas tentarivas de mostrar que está tudo bem, as fotos que vemos indicam que não estamos mais vendo nada! Nada! Nada! Nada! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você é livre.

elysemelo.com

Design por Butlariz