domingo, 20 de novembro de 2016

Não há um dia em que eu não pense em você
Na sua barba mal feita
Nos seus problemas diários em levantar da cama
Não há um dia em que a angústia não tome meu peito
Em que as memórias não me embriaguem de saudade
Nenhum dia sequer que eu não morra de preocupação
Nem um momento que eu não me arrependa de ter levantado a voz
De ter conhecido sua voz
Não há um único dia em que eu não lembre do seu abraço, do seu sorriso e das perguntas que me fazia
Ninguém mais me faz aquelas perguntas
Mas eu ainda guardo as respostas
Como a boa garota que sou, estou em casa com meu coração partido
E eu sinto falta até da forma que você caçoava do meu romantismo
Quando se foi, não pensei que era pra valer
E por causa da nossa inconsequência e mania de se perder tenho que enfrentar o abismo que é existir sem você

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você é livre.

elysemelo.com

Design por Butlariz