sábado, 3 de dezembro de 2016

festa

de festa em festa, suados corpos vazios se movimentam no ritmo da música
pouco se enxerga e o que se enxerga não é bonito de se ver
mais um gole, já foi a garrafa inteira, beija a garota tentando esconder da mente a saudade que o perturbou a semana inteira
alguém tem um isqueiro? esqueci o meu encima da cômoda e essa erva é da boa, não posso deixar pra depois
tem algo doendo lá dentro do peito mas o som está alto demais pra prestar atenção
quem sou eu é a pergunta que ecoa pelo ambiente e o desespero está estampado nos rostos
finalmente em casa e as luzes se apagam
sol nasceu, que noite foi aquela seguido de uma foto na rede social
e assim suados corpos vazios se movimentam no ritmo da música

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você é livre.

elysemelo.com

Design por Butlariz