domingo, 19 de fevereiro de 2017

Céu Azul

Gastei todos os argumentos que me vinham a cabeça, você não voltou. Chorei como uma criança, você não voltou. Gritei e disse coisas horríveis, você não voltou. Em meio a minha fala descompassada você disse que me amava mas você não voltou. Porque eu sou essa bagunça e esse caos e você quer paz e calma. Mas nós nos amamos, eu lembrava repetidamente, você não voltou. Respira, calma menina, porque se o amor é essa força mágica que dizem ainda não é o fim. Como vou olhar pra você daqui pra frente? Como vamos tentar esconder que o que mais queremos é o abraço um do outro? Volto a dizer que se o amor é tudo isso que falam dele, acharemos o caminho de volta porque uma vez eu li em alguma dessas revistas esotéricas que as almas gêmeas, aqueles que se partiram na transição entre vidas, estavam se reencontrando nesse plano astral. Será que nós somos essas almas gêmeas? E que porra aconteceu na nossa vida passada pra gente sofrer tanto? E o que há de errado comigo pra não cuidar dessa nossa chance como deveria? Meu único medo é de que eu tenha desperdiçado a única chance da minha vida de ser feliz. E você sabe que eu não sou lá de ter muita fé... Caralho, consegui partir meu coração e o seu ainda por cima. Me desculpa, meu amor... Me desculpa. 
elysemelo.com

Design por Butlariz